História

No final da década de 30, o Brasil e os Estados Unidos sentiram a necessidade de estreitar os laços de amizade que os uniam. Essa decisão marcou o nascimento dos Centros Binacionais através da fundação por diversas partes do Brasil de entidades ligadas a sociedade local com o intuito de divulgar a cultura Norte Americana no Brasil e vice versa. Para conseguir manter o seu objetivo inicial, as entidades tinham que manter-se financeiramente de forma sustentada e a opção encontrada foi a de ministrar o ensino da língua inglesa, focada no inglês americano.

A estratégia foi a mais correta face o desenvolvimento das comunicações globais e especialmente por primarem pela qualidade de ensino. Assim sendo os BNC´s passaram a ser uma referência no ensino de Inglês por todo o Brasil , independentemente de não possuírem o mesmo nome institucional.
O link principal entre todas essas escolas foi sempre o de ensinar a língua com a preocupação de difundir cultura brasileira e norte americana ao mesmo tempo.

Pela diversidade de seus nomes de fundação, foi necessário se criar uma entidade que reunisse esses membros ligados por um objetivo comum. Assim a COLIGAÇÃO DAS ENTIDADES DE EDUCAÇÃO E CULTURA BRASIL-ESTADOS UNIDOS, é uma associação civil e sem finalidade econômica ou lucrativa, constituída de pessoas jurídicas, no caso os BNC´s e fundada durante o 26o SIMPÓSIO DOS CENTROS BINACIONAIS realizado entre 13 e 16 de outubro de 2002, na cidade de Rio Quente, Goiás.

Possuindo bibliotecas, promovendo eventos e comemorações de datas festivas brasileiras e norte americanas, os BNC´s têm como missão principal transformar os seus estudantes em cidadãos libertos pela língua mais falada nos ambientes de viagens e profissionais por todo o mundo.

Os BNC´s contribuem de forma importante na formação profissional, acadêmica e pessoal de milhares de jovens por todo o Brasil, criando uma consciência de que a globalização é algo a ser vivido aqui e agora.