Técnica de Relaxamento para Crianças na Casa Thomas Jefferson

Tecnica de Relaxamento para Crianças

 

O recreio para as crianças é um momento de muita descontração e agito. É o momento de brincar, pular, correr, gritar e extravasar toda a energia. Meus alunos de Top Kids, que têm de 6 a 7 anos de idade, curtem bastante o recreio no Colégio Moraes Rêgo e logo em seguida vêm para a Thomas para uma aula de 60 minutos. No início, percebi que eles chegavam na sala de aula trazendo toda a agitação do recreio: suados, nervosos e muitas vezes irritados uns com os outros por causa de desavenças durante a recreação.

Decidi então usar técnicas de relaxamento para promover a serenidade dos alunos e, consequentemente, fazer com que eles se concentrassem mais durante as aulas, melhorando assim a aprendizagem. Começo  preparando o ambiente antes da aula, colocando música clássica bem baixinho, apagando as luzes e organizando as carteiras num semicírculo. Em seguida, quando todos os alunos já tiverem sentado, escrevo no quadro: “breathe in, hold, breathe out”. Peço para eles fecharem os olhos e inspirar, segurar e soltar o ar. Eles repetem o procedimento três vezes seguidas. No início eles estranharam um pouco, achando tudo aquilo meio ridículo. Comecei bem devagar sem pedir para fecharem os olhos. No entanto, trabalhar com criança envolve rotina e formação de hábito. Hoje eles chegam na sala e sabem que vamos fazer um relaxamento primeiro. É uma experiência gratificante.

USBEAlumni Day – Brasília

USBEAlumniDay - Ways2Change

 

A Casa Thomas Jefferson e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil se uniram para comemorar o Dia do Voluntariado. A ideia do “USBEAlumni Day” nasceu de um desejo de revitalizar e reconectar a comunidade intercambista brasileira em um trabalho voluntário. Esse projeto é uma oportunidade para que esses jovens desenvolvam habilidades de liderança e ajudem o próximo. Esse grupo de jovens se reuniu e escolheu a comunidade do Vale do Amanhecer, em Planaltina para levar o projeto adiante.

A comunidade do Vale do Amanhecer, em Planaltina-DF, onde alguns jovens se encontram em situação de risco pela violência, evasão escolar e preconceito, necessita da conscientização de todos os indivíduos para ações que unam e desenvolvam o ambiente social por meio da transformação individual dos mesmos, empregando instrumentos de integração social como educação, dança, música, artes e esportes, entre outros.

O projeto, realizado em parceria com a ONG Ação Esperança, a Casa Thomas Jefferson e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, recebeu o nome de WAYS2CHANGE que foi uma criação de um dos alumni. O projeto incluía atividades e workshops envolvendo a dança, especificamente o Hip-Hop, como meio de busca de identidade e como instrumento de expressão corporal e oral, salientando o intercâmbio cultural entre o Brasil e os Estados Unidos por meio de seu ritmo, vocabulário, simbologias e valores.

Os alumni participantes planejaram atividades de leitura e oficinas de liderança social e de dicas para exames como ENEM e PAS/UnB, com o intuito de conscientizar os jovens da comunidade de que seus talentos e habilidades podem se tornar instrumentos de transformação individual e social. Outro objetivo do projeto foi o de despertar nesses jovens uma postura crítica em relação a sua realidade, levando-os a refletir sobre como podem reverter os valores resultantes da exclusão social em valores positivos de união e desenvolvimento.

Contamos com o apoio da direção da Ced Vale do Amanhecer, que cedeu a escola para que o evento fosse realizado no sábado, dia 30 de agosto, Dia Nacional do Voluntariado. Como resultado permanente dessa iniciativa, a Casa Thomas Jefferson patrocinou a reforma da biblioteca e da sala de danças da ONG, além de doar livros arrecadados por meio de uma campanha liderada pelos seus Resource Centers. O resultado foi incrível:  mais de 11000 livros doados. Portanto, poderemos beneficiar outras instituições, pois a biblioteca da ONG não comporta tantos livros assim! Os professores e funcionários da Casa também contribuíram muito para a viabilização do projeto por meio de outra campanha, mas desta vez de arrecadação em dinheiro para a compra de materiais necessários para o evento. Além disso, os voluntários que participaram da ação receberam doações de padarias e descontos na compra do material de construção, em um grande mutirão de ajuda ao próximo.

O evento foi um sucesso,  graças à atuante coordenação do grupo de alumni, ao apoio do Batalhão Escolar,  e da participação das crianças, dos adolescentes e adultos em uma tarde de atividades que será inesquecível não só para a comunidade do Vale do Amanhecer, mas também para todos os envolvidos no projeto.